Inseminação caseira

Muitos países não oferecem acesso ao tratamento medicamente assistido com esperma de um dador. Isto pode acontecer porque o tratamento com esperma de um dador é proibido por lei no país em questão.

As mulheres solteiras e os casais do mesmo sexo podem não ter direito ao tratamento, podem existir requisitos relativamente a testes específicos ou documentos especiais ou uma proibição de tratamentos que utilizem dadores Anónimos ou dadores Não anónimos ou outras proibições e requisitos.

Tanto quanto é do conhecimento da Cryos, a legislação apenas se aplica a tratamentos efectuados por médicos ou outros profissionais de saúde. Por outras palavras, a inseminação caseira não está abrangida por quaisquer das restrições legais acima mencionadas e é, por isso, legal.

Aceitam encomendas de esperma provenientes do mundo inteiro para clientes particulares que desejam fazer uma inseminação caseira?

Sim. A Cryos é um centro de tecidos humanos licenciado em conformidade com a Directiva da UE relativa a tecidos humanos e pode, por isso, enviar esperma de dadores, testado e seleccionado, para clientes particulares para fins de inseminação caseira, independentemente do seu estado civil ou orientação sexual. No entanto, recomendamos sempre um acompanhamento médico. Alguns factores podem ter um impacto sobre o resultado de uma inseminação artificial; por exemplo, exames médicos, diagnóstico, ecografias, calendarização, estimulação hormonal e outros tipos de medicamentos. É normal que um médico ou uma clínica possa fornecer um tratamento mais eficaz, resultando numa taxa de sucesso de gravidez três a quatro vezes mais elevada, por ciclo. O tratamento pode incluir inseminação intra-uterina (inseminação directamente na cavidade uterina com espermatozóides purificados) ou FIV (Fertilização In-Vitro) que apenas pode ser efectuada por um médico ou numa clínica.
O esperma de um dador tem a mesma qualidade e Norma do que o fornecido a médicos e clínicas de fertilidade.

Que dadores de esperma podem ser escolhidos para uma inseminação caseira?

Pode encomendar esperma de qualquer dador da nossa lista de dadores, isto é, esperma de dadores Anónimos e Não anónimos, com perfil Básico e Detalhado e quaisquer Normas.

Posso importar legalmente esperma de um dador?

Dentro da UE, a liberdade de circulação de mercadorias é garantida e não existem fronteiras. No entanto, é sempre legalmente responsável pelas suas importações e pela sua utilização, de acordo com a legislação nacional. Para regulamentações sobre envios para fora da UE, deve consultar as autoridades locais.

Como devo manipular o esperma de um dador? 





Todos os envios de esperma de dadores a clientes particulares incluem instruções detalhadas sobre a manipulação, o descongelamento, o esvaziamento das unidades e as recomendações de segurança.

Como devo efectuar a inseminação caseira?

São incluídas instruções para uma inseminação caseira em todos os envios de esperma de dadores a clientes particulares.
 
 Pode ler mais acerca da inseminação aqui.

Qual é a situação jurídica sobre a paternidade/maternidade relativamente à inseminação caseira?

A paternidade/maternidade determina-se habitualmente de acordo com a legislação existente no país em que nasce a criança. Os dadores de esperma da Cryos renunciaram a todos os direitos e não podem, por isso, assumir a paternidade de acordo com as leis dinamarquesas.

Encontrou resposta às suas perguntas?

Caso contrário, contacte-nos e faremos os nossos possíveis para ajudar. O apoio ao cliente da Cryos comunica nos seguintes idiomas: Escandinavo, inglês, francês, alemão, espanhol e italiano.