Mães lésbicas

Algumas pessoas precisam de uma ajuda no processo de se tornarem pais ou mães – por exemplo se forem duas futuras mães. Aqui podem ler mais sobre as opções e as considerações a ter ao tornarem-se mães enquanto casal lésbico.

Hoje em dia, há muitos tipos diferentes de famílias – não apenas famílias que consistem numa mãe, um pai e os filhos. Na Dinamarca, há na realidade 37 tipos de famílias diferentes (Estatística da Dinamarca). Por exemplo, famílias constituídas por um pai solteiro e os respetivos filhos, uma mãe solteira e os respetivos filhos, pais que se juntaram quando já tinham filhos e famílias com pais ou mães do mesmo sexo.

Mães lésbicas com o bebé, resultado de uma doação

Tornar-se pai ou mãe enquanto casal do mesmo sexo

Cerca de 35% dos clientes privados da Cryos são casais lésbicos a tentar engravidar com a ajuda de um doador de esperma. A utilização de esperma de doador é uma boa opção porque uma das mulheres pode nesse caso ser geneticamente da família do bebé. Ao utilizar um doador de esperma, há também a vantagem de ter direitos parentais completos para a mulher que tem o bebé – ou para ambas as mulheres na relação do mesmo sexo –, uma vez que os doadores de esperma renunciam a quaisquer direitos de parentalidade relativamente aos filhos resultantes dessa doação. Diferentes países têm diferente legislação no que respeita aos direitos parentais enquanto casal lésbico. Deve investigar a legislação no seu país para saber como e se ambas as mulheres podem ter direitos parentais relativamente ao bebé. 

Duas futuras mães – O que devem ter em consideração

Se estiverem numa relação lésbica e estiverem prontas a começar a vossa viagem rumo à parentalidade, há algumas considerações a ter em conta. Por exemplo, precisam de considerar de que forma irão tornar-se mães, quem irá engravidar e de que forma contar à criança como veio ao mundo. Reunimos uma lista de considerações a ter em conta quando desejam tornar-se mães 

Quais são as opções?

Sendo um casal do mesmo sexo consistindo em duas mulheres, têm diferentes opções para criar a família dos vossos sonhos. A decisão pode assentar em diferentes fatores, como por exemplo a legislação do vosso país, a vossa situação económica e os desejos pessoais para a vossa futura família. Algumas das opções consistem na adoção, utilização de um amigo como doador, coparentalidade e utilização de esperma de doador para tratamento de fertilidade.

Quem irá engravidar?

Se optarem por utilizar esperma de doador para se tornarem mães, terão de considerar quem irá engravidar. Em algumas relações, sente-se que é mais natural para uma das mulheres engravidar de um ou mais filhos. Outros casais podem optar por deixar uma das mulheres engravidar do primeiro filho e deixar a outra mulher do relacionamento engravidar do segundo filho. Algumas podem optar por deixar uma das mulheres utilizar um óvulo da parceira, para ambas as mães estarem envolvidas na gravidez. Algumas considerações ao decidir quem deverá engravidar consistem por exemplo no historial médico e na idade.

Como dizer ao vosso filho ou filha que é filho/a de um doador?

Se optarem por se tornar mães com a ajuda de um doador de esperma, o vosso filho ou filha irá acabar por fazer perguntas sobre a forma como veio ao mundo. Alguns estudos sugerem que os pais de filhos concebidos com doadores devem começar por contar a história à criança desde tenra idade. Desta forma, essa informação tornar-se-á uma parte integral e normal da identidade da criança. Não há nenhuma receita exata sobre como fazer isto, mas reunimos alguns conselhos sobre como contar a história ao vosso filho ou filha na publicação do blogue: Como falar com o vosso filho ou filha sobre o facto de ser filho/a de um doador. Também podem ler esta publicação no blogue, na qual a Emma, concebida com a ajuda de um doador, conta como os pais lidaram com isso de uma forma bondosa e calma. 

Quer que o seu filho ou filha tenha irmãos?

Se tiverem um bebé utilizando esperma de doador, devem considerar se gostariam que a criança tivesse irmãos genéticos utilizando o mesmo doador. Sobretudo quando a criança for ficando mais velha, pode ser reconfortante ter irmãos que são geneticamente da mesma família. Aqui pode ler sobre quando e quanto esperma de doador reservar para irmãos genéticos.

Histórias pessoais de mães lésbicas

Na vossa viagem para se tornarem mães, pode ser útil e reconfortante ler histórias pessoais de outras pessoas que estão a passar pelo mesmo processo. No nosso blogue, partilhamos histórias interessantes das nossas clientes. Por exemplo, podem estar interessadas em ler a história de como a Karen e a Cathrine se tornaram mães do seu menino, ou a história da Pheobe e da mulher, que foram à Dinamarca fazer um tratamento de fertilidade.  

Também vos incentivamos a ler o que dizem outros pais e mães de filhos de doadores. Reunimos algumas das mensagens que recebemos de pais e mães felizes de filhos de doadores.

“Gostaríamos de vos agradecer, e ao doador, por nos tornarem numa família! A inseminação resultou à segunda tentativa e agora temos a bebé com que sonhávamos. Não consigo transmitir por palavras o quanto ela enche os nossos corações e as nossas vidas com alegria, amor e felicidade. Estou tão agradecida por esta pequena maravilha! Uma vez mais, obrigada pelo vosso serviço, apoio e ajuda!” – Liz, Lucy e a bebé, Reino Unido

“Estamos encantadas e muito orgulhosas por anunciar que a 28 de outubro de 2016 demos as boas-vindas à nossa maravilhosa bebé Helena. É saudável, linda e verdadeiramente extraordinária, e encheu a nossa casa de alegria e amor. Gostaríamos de agradecer à Cryos por tornar este nosso sonho realidade, e gostaríamos de expressar a nossa gratidão ao doador pela sua contribuição inestimável para o crescimento da nossa família. A Cryos foi profissional, prestável e muito bem organizada, e recomendamo-la a qualquer pessoa. 
Desejamos a melhor sorte a todas as mães e pais esperançosos desse lado e fazemos figas para que também possam em breve concretizar o seu sonho de parentalidade.”
– Agnieszka e Magdalena, Polónia

Podem ler mais mensagens aqui.

Juntem-se à nossa comunidade no Facebook

Pode ser muito valioso partilhar pensamentos e experiências com outras pessoas que se encontram numa viagem semelhante rumo à parentalidade. Por isso, criámos o grupo do Facebook Family Dreams, que é um local agradável e acolhedor para contactar com pessoas que estão na mesma situação. No Family Dreams, podem partilhar a vossa própria história, fazer perguntas por exemplo sobre tratamentos de fertilidade e esperma de doador, e ver fotografias de filhos de doadores partilhadas por outras famílias. Podem juntar-se ao grupo Family Dreams aqui.